.mais sobre mim

Envia-me um e-mail

.pesquisar

 

.posts recentes

. Garrano

. Urso pardo

. Hamster

. O coelho

. Os Golfinhos

. Carta ao Verdinho - Escol...

. PATO-REAL

. A LONTRA

. O GANSO

. Melro-metálico

.arquivos

. Junho 2012

. Maio 2012

. Março 2012

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.tags

. todas as tags

.links

.subscrever feeds

|ESPAÇO CRIANÇA| |DICAS VERDES| |DIAS AMBIENTAIS| |ANIMAIS|

|PLANTAS| |AMBIENTE| |HISTÓRIAS E JOGOS| |SONDAGENS|
Sexta-feira, 11 de Setembro de 2009

Borboleta-limão

Nome comum:

Borboleta-limão
 
Nome científico:
Gonepterix rhamni
 
Morada:
É habitual ao longo de quase todo o ano no percurso de descoberta da natureza do Parque Biológico de Gaia. Contudo, existe em Portugal no Norte e Centro, e depois no Algarve, de forma dispersa.
No Globo, distribui-se pelo Norte de África, Europa, Sibéria, Ásia Menor, ao todo em 39 países.
 
Género:
A fêmea é bege, quase branca. Os machos são mais vistosos, amarelo-limão, daí o nome. Tem uma envergadura de 5 a 6 cm.
 
Filiação e nascimento:
Esta borboleta pertence à família dos Pierídeos.
Todas as borboletas surgem na forma de um ovo que é posto isoladamente pela fêmea em folhas e ramos de Sanguinho-de-água (Frangula alnus), um arbusto nativo do nosso país.
Daí nasce a lagarta verde desta espécie de borboleta. Esta fase de larva é a da alimentação. Quando termina procura um sítio onde se sinta bem, imobiliza-se, e passa à fase seguinte, que é a de crisálida.
Nesse casulo passa geralmente de duas a quatro semanas, eclodindo depois como insecto adulto, a borboleta em si.
Quando fecha as asas simula uma folha verde e chega a imitar as nervuras e forma das folhas, a fim de escapar aos predadores, tais como aves, pequenos répteis e outros insectos.
 
                                   Sanguinho-de-água
Idade:
É a borboleta com maior longevidade na Europa, se considerarmos a fase de adulto deste insecto: cerca de um ano.
Quando chega o início do ano, em Janeiro, hiberna, e volta a voar, dependendo das temperaturas de cada ano, por volta de Março. Voa sobretudo de Maio a Outubro, numa só geração por ano.
 
Curiosidades:
Ameaças: desaparecimento das florestas autóctones prejudica a espécie, pois perdem a planta hospedeira para completarem o seu ciclo de vida.
Como ajudar a conservá-la? Escolhendo para os jardins privados e públicos plantas indígenas, neste caso alguns pés de Sanguinho-de-água.
Há outra espécie parecida, a Gonepterix Cleópatra, de habitats mediterrânicos.
 
Conteúdo Desenvolvido por:
Parque Biológico de Gaia
http://www.parquebiologico.pt
 
Bibliografia:
«As borboletas de Portugal», de Ernestino Maravalhas.
http://www.tagis.org

 

tags:
publicado por verdinho_naturezabrincalhona às 12:51
link do post | comentar | favorito